terça-feira, 1 de julho de 2008

EQUILIBRIO



"Estou atrás do que fica atrás do pensamento.
Inútil querer me classificar.
Gênero não me pega mais.
Além do mais, a vida é curta demais para eu ler todo o grosso dicionário a fim de por acaso descobrir a palavra salvadora.
Entender é sempre limitado.
As coisas não precisam mais fazer sentido.
Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é possível fazer sentido.
Eu não: quero é uma verdade inventada.
Porque no fundo a gente está querendo desabrochar... de um modo ou de outro."
as imagens eu ganhei da janete...
mas as molduras forradas de tecido e tsurus foi idéia minha!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

Extremo bom gosto! Fer!

jan disse...

lindos!
Bom gosto é para quem tem...não é mesmo?!